Share Button

Entrevista com o orientador prof. Dr. José Roberto Linhares de Mattos

O aluno do Programa de Pós-Graduação em Educação Agrícola da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – PPGEA/UFRRJ, Gamalono Surui, indígena da etnia Paiter de Rondônia, orientando do Prof. Dr. José Roberto Linhares de Mattos, defendeu no dia 02/05/2018 sua dissertação de mestrado na aldeia Paiter linha 09, na Terra Indígena Sete de Setembro, em Cacoal – RO.

Leia na íntegra a notícia enviada pelo Prof. Linhares.

O evento foi precedido por uma dança tradicional dos indígenas Paiter e toda a defesa teve cobertura de três emissoras de televisão: afiliada da Globo, SBT e TV Cultura. A defesa foi assistida pela comunidade Paiter, pelo Cacique, por lideranças indígenas, por sabedores indígenas, por indigenistas, por professores indígenas e não indígenas que atuam na Educação Escolar Indígena, por representante da Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (SEDUC-RO), pela professora da SEDUC-RO, Keila Ferreira de Oliveira, pelo professor do Instituto Federal de Rondônia – IFRO, Antonio Ferreira Neto, e por professores da Universidade Federal de Rondônia – UNIR.

A dissertação intitulada “A Educação Indígena na Educação Escolar Indígena por meio de Projetos” teve como avaliadores os pesquisadores Dr. José Roberto Linhares de Mattos (orientador), e os membros externos Dra. Sandra Maria Nascimento de Mattos (Rio de Janeiro) e Dra. Mônica Maria Borges Mesquita (Lisboa – Portugal). Os membros da banca consideraram a dissertação do candidato excelente.

A defesa da dissertação de mestrado foi apresentada pelo mestrando tanto na língua portuguesa como no idioma paiter. A dissertação possui duas versões: uma versão em português com as principais partes escritas também no idioma paiter, e outra versão toda escrita na língua materna. Gamalono Surui é o primeiro professor indígena Paiter a tornar-se Mestre e o primeiro, que se tem notícia, a escrever e apresentar uma dissertação de mestrado acadêmico toda em língua materna.